03
Jul

Informação Nutricional: quais os itens obrigatórios?

Você sabe quais são os itens obrigatórios que devem constar na Informação Nutricional das suas receitas ou produtos de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária?

Por Carmen Suzana Bassôa Reinstein* e Claudia Kirst**

A complexidade da lei de rotulagem obrigatória de alimentos requer um profundo entendimento das resoluções envolvidas. O software Dietwin, no mercado desde 1994, desenvolvido pela nutricionista Carmen Suzana Reinstein, especializou-se no desenvolvimento de ferramentas na área da nutrição e apresenta-se hoje, como um simplificador, otimizando, padronizando e qualificando os procedimentos para o cálculo das informações nutricionais, além de facilitar a interpretação da lei e imprimir confiabilidade aos dados apresentados.

O principal objetivo do sistema Tabela Nutricional é criar condições operacionais para que os fabricantes possam calcular as fórmulas de seus produtos de acordo com a lei da rotulagem.


Hoje, de acordo com a ANVISA devem constar no rótulo de gêneros alimentícios os seguintes itens:

  • Porção: Quantidade de um alimento, em gramas (g) ou mililitros (ml), que normalmente uma pessoa sadia, maior de 05 anos e com bom estado nutricional deve consumir, por vez, para compor uma alimentação saudável.

  • Medida Caseira: Quantidade da porção de um alimento informada em medidas caseiras (xícara, fatia, colher de sopa, entre outras).

  • Composição de nutrientes: Valor energético, Carboidratos, Proteínas, Gorduras totais, Gorduras saturadas, Gorduras trans, Colesterol, Fibra alimentar total e Sódio.

  • % Valores Diários (%VD): É um valor, em percentual, que indica o quanto um produto apresenta de energia e nutrientes em relação a uma dieta de 2000 calorias.

  • Lista de Ingredientes: É a lista de todos os ingredientes que compõem a receita, apresentada em ordem decrescente.

  • Aditivos Alimentares: Todo e qualquer ingrediente adicionado intencionalmente aos alimentos sem o propósito de nutrir, com o objetivo de modificar as características físicas, químicas, biológicas ou sensoriais, durante a fabricação, processamento, preparação, tratamento, embalagem, acondicionamento, armazenagem, transporte ou manipulação de um alimento. 

  • Aromatizantes: Aromas adicionados a preparações (naturais ou artificiais) que devem ser declarados na informação nutricional, depois dos ingredientes. Esta informação pode ser adicionada manualmente em nosso sistema.

  • Alérgicos: Alimentos com potencial alergênico, como contém ovos, amêndoas, soja, entre muitos outros.

  • Características Nutricionais: Conteúdo de glúten, lactose, fenilalanina, proteína do leite, entre muitas outras.

 

Mas fica tranquilo (a)! O nosso sistema gera as informações nutricionais obrigatórias de forma automática, ou seja, mais uma facilidade e confiabilidade para os seus produtos.

É importante salientar que o Dietwin não se responsabiliza pelas informações geradas. O usuário do sistema é entendido como o responsável técnico pela informação nutricional.

Outros itens podem ser adicionados de forma a complementar os obrigatórios. Aguarde o próximo post...

 

*Nutricionista, Autora dos softwares Dietwin  **Nutricionista Dietwin

Comentários